A Rede Salesiana Brasil (RSB) é a instituição que viabilizou a vinda do projeto “Selo Social” para o Distrito Federal.

Durante a cerimônia de certificação, realizada no Uniceub, no dia 19/2, foram apresentados os resultados do trabalho das instituições cadastradas no Selo Social do Distrito Federal, projeto este desenvolvido em parceria com o Instituto Abaçaí e a RSB.

Em 2018, 23 organizações triplicaram o número de projetos desenvolvidos e aumentaram em mais de 250% o número de impactos sociais registrados em diversas áreas, totalizando mais de 4.500 atendimentos durante o ano.

O diretor-executivo da RSB, Pe. José Marinoni e a diretora-executiva da RSB, Ir. Silvia Aparecida da Silva, estiveram no evento para reafirmar o papel da Rede na promoção do desenvolvimento integral das novas gerações e a superação das diferentes formas de pobreza e exclusão.

A Editora Edebê, uma das investidoras distritais do Selo, foi representada por Maria Dantas. Estiveram também presentes os demais investidores Hospital Santa Marta, Instituto Sabin, Eagle, Absolutus, Farmacotécnica, Medlife, Soma e VBS.

Sobre: o Selo Social visa reconhecer as organizações que contribuem com o desenvolvimento social local. A certificação consiste em um documento que reconhece organizações socialmente responsáveis que participaram dos encontros de formação durante o último ano, têm regularidade fiscal, desenvolveram projetos em parceria com outras organizações e declararam seus impactos sociais. Todas as organizações e projetos selecionados receberam assessoria do instituto e passaram pelo crivo de um conselho local, de acordo com critérios pré-estabelecidos.

Para inscrições para o próximo ciclo, clique aqui. Os encontros acontecerão a partir de abril deste ano.

Fonte: Assessoria de Comunicação RSB